Biblioteca

“SIM, AINDA HÁ MÚSICA EM MIM! Cansado de não ser, mergulhei fundo e escutei o que já era um loop, a música sempre esteve em mim, fosse em cifras, partituras, improvisos ou outras metáforas musicais que a vida afinasse em meu caminho. Não, creio que nunca fui um músico, mas a música sempre esteve em mim e de tanto não ser um músico me tornei advogado, mas a música gritava em mim e de tanto não ser advogado me tornei ainda mais musical, pois dentre tantos nãos, sempre havia um sim, era muita a música em mim”.

Discos

Pois bem, enquanto desenvolvia minha transição profissional busquei estudar na tentativa de abrir minha mente para o universo no qual eu almejada me inserir profissionalmente e que refletia minha própria identidade, buscando adquirir ferramentas para me preparar para esse mercado desafiador e traçar meus planos de negócio, sempre alinhados as minhas metas pessoais de realização artística.

Algum tempo depois que dei início às atividades passei a ser procurado por muitas pessoas pedindo sugestões, nortes, dicas, toques, e se tornou inviável conseguir dar vazão à tudo e atenção à todos.

Acontece que, como eu mesmo tive que aprender a lidar diariamente com a falta de respostas objetivas, a ausência de retornos a contatos, e outras frustrações que muitas vezes envolvem o universo da música brasileira autoral independente contemporânea, me cobrava muito que conseguisse responder a todos para não deixar essas pessoas isoladas, sem dar uma atenção mínima, pois sei bem o valor de um sonho e realmente julgava que tinha como colaborar com aquelas pessoas, afinal, estamos todos do mesmo lado da trincheira, mas foi tentando atender essa altíssima demanda que acabei tendo um sério problema de saúde que me fez compreender que seria impossível atender a todos e que teria mesmo que aprender a lidar com a estranha sensação de aprender a dizer não e ficar tranquilo com isso, mesmo sentindo que gostaria de poder ajudar mais muitas dessas pessoas.

E foi nesse afã de tentar passar pra frente tudo que busquei aprender para entender o que julgava ser preciso para fazer jus ao desejo que eu tinha de trabalhar nesse universo, e voltar a me reconhecer como pessoa sonhadora, que preparei essa série de materiais que passei a encaminhar aos pares que me procuram e que não consigo atender de forma individualizada ou dar uma atenção mais focada em suas peculiaridades, por diversas razões.

No fim das contas acho que acabou virando um bom compilado das informações que me ajudaram a abrir a mente e adquirir alguns conhecimentos que julgo serem pertinentes e aplicáveis na área.

A intenção é apenas apontar um caminho aos mais interessados e dispostos, como se e desejasse boa sorte dissesse: “Não existe fórmula mágica, tá tudo aí, tracem suas metas que as trilhas estão abertas, o resto é com vocês! Bons estudos! Força e fé!”

Haverão outros temas que estão sendo reunidos, no pouco tempo livre que tenho vez em quando. Por agora, estão aí os links para os primeiros pilares dessa formação transdisciplinar: Economia Criativa e Direitos Autorais.

Em breve publicaremos novas compilações temáticas sobre diversos temas de interesse aos que buscam ampliar horizontes e mergulhar um pouco mais nesse backstage.

LINKS OFICIAIS³

Anúncios

Agenciamento Artístico, Produção de Shows e Gestão de Projetos Culturais

%d blogueiros gostam disto: