Vanessa Moreno e Fi Maróstica

Após o sucesso do disco “Vem Ver” lançado em 2013, que rendeu shows pelo Brasil e exterior, o duo de baixo e voz Vanessa Moreno e Fi Maróstica lança “Cores Vivas”, com canções de Gilberto Gil, explorando a riqueza do repertório do compositor como homenagem a sua obra.

A ideia de fazer essa homenagem surgiu da afinidade com sua obra: “Gil sempre nos encantou pela qualidade, brasilidade, expressividade e diversidade de sons, ritmos e estilos que ‘colorem’ seu repertório”.

Neste novo trabalho o duo traz diferentes coloridos timbrísticos e novidades nas diversas possibilidades dessa inusitada formação. O disco conta ainda com as participações especiais das cantoras Fabiana Cozza e Rosa Passos, que é também madrinha musical do duo. A produção do disco é de Swami Jr e a preparação vocal é de Wagner Barbosa.

Entre as 11 faixas que compõem o disco, há clássicos do compositor, como ‘Palco’ e ‘Sítio do Pica-Pau Amarelo’, e outras menos conhecidas, como ‘Onde o Xaxado tá’, em parceria com Rodolfo Stroeter e ‘Cores Vivas’, que dá nome ao disco.

O show tem duração de cerca de 1h15 minutos com classificação livre e a estreia aconteceu no renomado Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer com plateia lotada e contando com as participações especiais de Fabiana Cozza e Mônica Salmaso.

O duo surgiu de maneira inusitada, concretizando a grande afinidade musical entre os integrantes nesta ousada formação. Através de pesquisas da música regional brasileira, influências do jazz e da música erudita, uma rica mistura é obtida e adaptada em arranjos que exploram toda riqueza rítmica, melódica e harmônica que esta roupagem pode oferecer, criando assim uma atmosfera sonora diferenciada e interessante. O pontapé inicial do que concretizaria a grande afinidade musical entre esses dois músicos se deu no ano de 2010 quando se prepararam para participar do VII Festival Botucanto da Canção.veio coroada pelos prêmios de “Melhor Intérprete” (Vanessa Moreno) e “Melhor Instrumentista” (Fi Maróstica) nesse evento.

O duo apresenta sonoridade singular, traduzida pelos arranjos que exploram toda riqueza ritmica, melódica e harmônica. Nesse sentido, esse trabalho representa aspectos inovadores de formação instrumental e composicional, por conseguir adensar de maneira tão consistente tantas sonoridades pelas mãos e pela voz de apenas dois integrantes.

Com isso, o reconhecimento do duo foi se estabelecendo de maneira gradual e notória. O reconhecimento no próprio campo musical se deu através do apadrinhamento da cantora Rosa Passos, reconhecida internacionalmente como grande expoente da música brasileira. Foram convidados especiais da cantora em duas apresentações no Sesc Vila Mariana (São Paulo). Rosa Passos também assina seu nome como autora do texto de apresentação do primeiro CD do Duo, intitulado “Vem Ver” (2013).

Considerado um marco de abertura da carreira do duo “Vanessa Moreno e Fi Maróstica”, o cd “Vem Ver” (2013), contou com participações de músicos conceituados do cenário musical brasileiro, como o guitarrista Chico Pinheiro, o cantor Sérgio Santos, o multiinstrumentista Zé Pitoco, o percussionista Ari Colares, e vários outros. “Vem Ver” também ganhou sua versão Japonesa, devido a grande procura por este público, sendo indicado como um dos destaques de música brasileira em Tóquio. Com repertório composto por a artistas da cena independente e também com composições próprias, o CD entrou para o site dos “100 Melhores Álbuns da Música Brasileira” pelo site “O Embrulhador”, ao lado de nomes consagrados, como Ney Matogrosso, Emicida e Ná Ozzetti.

As músicas do primeiro álbum do duo são executadas frequentemente no programa de rádio de grande audiência na Espanha, “Cúando los Elefantes Sueñan con la Música”, de Carlos Galilea.

O duo apresenta-se constantemente. Já fez shows em cidades como Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ), e São Paulo (SP). Tocou em espaços como Sala Itaú Cultural (SP), Tom Jazz (SP), Unidades da rede SESC, Casa de Francisca (SP) e Solar de Botafogo (RJ). Nas suas apresentações, contaram com participações especiais, como Mônica Salmaso, Marcelo Pretto, Zé Pitoco, Chico Pinheiro, Luciana Alves e Alexandre Ribeiro.

Fora do Brasil, o duo teve convites para se apresentar em Portugal, na renomada casa de shows “B.Leza”,  Espanha, no Jamboree Jazz Club, e a mais recente apresentação na Holanda (Amsterdã)  no “Viva Brasil Festival”, no qual, na mesma edição, também se apresentaram artistas como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Gadú e Fabiana Cozza.

photo by Da Pa Virada | Dani Gurgel

VANESSA MORENO estudou canto erudito na “Escola Municipal de Música” (2006) em São Paulo e em 2007 ingressou no curso de canto popular da antiga Universidade Livre de Música Tom Jobim (atual EMESP), onde ganhou o prémio de “Melhor Intérprete” no “III Festival de Música Popular”, no ano de 2008. Já participou de festivais pelo Brasil com o grupo Karallargá, do qual fez parte de 2006 à 2012. Lançaram o primeiro CD do grupo no ano de 2010, intitulado “Karallargá por Natureza”. Integrou durante cinco anos o quarteto feminino Julietas, participando do renomado “Festival de Inverno de Paranapiacaba” durante várias edições, inclusive abrindo o show da cantora Paula Lima. Já se apresentou como convidada ao lado de Roberto Menescal, um dos ícones da Bossa Nova, e também como participação especial no show do renomado guitarrista. Cantou também ao lado de grandes músicos como Toninho Ferragutti, Cléber Almeida, Arismar do Espírito Santo, Michel leme, Filó Machado, Zé Pitoco, Ari Colares, Rogerio Botter Maio e outros. Ao lado de Chico Saraiva, participou durante 4 anos do projeto “Saraivada”, interpretando suas canções e participando também da gravação do programa “Ensaio” da TV Cultura, apresentado por Fernando Faro. Estuda técnica vocal com Wagner Barbosa, preparador vocal do disco “Estratosférica” de Gal Costa, é Bacharel em Canto Popular pela Faculdade Souza Lima – Berklee (SP). Faz parte do corpo docente como professora de Canto Popular do Conservatório Souza Lima (Unidade Jardins-SP) e da Escola de Música do Auditório Ibirapuera, que tem como diretor artístico e pedagógico o músico e arranjador Nailor “Proveta”.

photo by Da Pa Virada | Dani Gurgel

FI MARÓSTICA, natural de Ourinhos, cidade do interior de São Paulo, iniciou seus estudos musicais em 2001, no “Studium –Instituto Musical e Artístico” e na Escola Municipal de Musica “Tom Jobim”. Formado no curso de MPB/Jazz no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” (Tatuí) em 2009, onde estudou com Fábio Gouveia, Sérgio Frigério, Fabio Leal, Paulo Braga, André Marques, Cleber Almeida, Paulo Flores, Alexandre Bauab, Érica Masson, entre outros. Participou de oficinas de música brasileira com André Marques (Trio Curupira e Hermeto Pascoal e Grupo) e oficinas de Música Universal com Itiberê Zwarg (Hermeto Pascoal e Grupo e Itiberê e grupo). Trabalhou com gravações de jingles e artistas de diversos estilos no estúdio da Faculdade Cantareira, na qual cursou o bacharelado em instrumento (contrabaixo acústico) com Alberto Luccas (Nenê Trio) e onde também, teve aulas com o baterista norte americano Bob Wyatt e o saxofonista Vitor Alcântara. É integrante de diversos grupos de música instrumental, dentre eles se destacam-se: Oritá, Rodrigo “Digão” Braz Trio, Grupo Cincado, Trio Jabour, Fabio Leal Quarteto, Carrapicho Quarteto, Guegué Medeiros Quinteto, Paulo Almeida Quinteto e Projetos “Juninos do Brasil” e “Carnavais do Brasil”. No universo da canção, desenvolve trabalhos ao lado de artistas renomados como Antônio Nóbrega, Fabiana Cozza, Swami Jr. ,Rafael Altério e Celso Viáfora, além de artistas da nova geração como o Duo de “baixo e voz”, que possui com a cantora Vanessa Moreno, o Quarteto “Dá Mistura” com Dani Gurgel, Thiago Rabello e Vanessa Moreno, o projeto “TUTUCUNDENDÊ” ao lado de Vanessa Moreno e do guitarrista baiano radicado em Barcelona Jurandir Santana além de participação nos trabalhos do Sambista Saulo Ligo, Pedro Altério, Grupo Pitanga em pé de Amora, Pedro Viáfora, Tó Brandileone, Juca Chuquer, Dani Black, Anna Setton, Barbara Rodrix, Vanessa Moreno Quarteto, Paulinho Novaes, Bruna Moraes entre outros. Participou de gravações de trilhas sonoras premiadas como o documentário “Camponeses do Araguaia” ao lado de Daniel Altman e Angelo Ursini e da peça “Amado” ao lado do multi-instrumentista Zé Pitoco com direção musical de Antônio Nóbrega. Recebeu diversos prêmios em festivais renomados do Brasil tanto de melhor instrumentista (Botucanto2010/FestivalSorocaba2013) como de melhor arranjador (“Em Cantos” –Ourinhos (2009)). Participou do renomado programa “Ensaio” da TV CULTURA ao lado do grande Instrumentista,compositor e produtor Swami Jr. com a cantora Luciana Alves, o clarinetista Alexandre Ribeiro e o baterista Douglas Alonso. Já dividiu palco e gravações com grandes artistas da música brasileira como: Chico Pinheiro, Hamilton de Holanda, Sergio Santos, Elza Soares, Veronica Ferriani, Giana Viscardi, Vinicius Dorin, Mutinho (baterista de Tom Jobim, Toquinho e Vinicius de Moraes) , Rosa Passos, Heraldo do Monte, Cuca Teixeira, Filó Machado, Silvia Góes, Toquinho, Arismar do Espirito Santo, Mônica Salmaso, Nenê, Zé Pitoco, Vinicius Dorin, Itiberê Zwarg, Michel Leme, Zé Renato (Boca Livre), Maria Gadu, entre outros.

ASSISTA OS VÍDEOS OFICIAIS DO DUO

ASSISTA OS BOOTLEGS AO VIVO

LINKS OFICIAIS:

Acesse http://www.duovanessaefi.com/
Curta http://www.facebook.com/duovanessaefi
Escute https://soundcloud.com/duovanessaefi
Assista https://www.youtube.com/duovanessaefitv

Anúncios

Agenciamento Artístico, Produção de Shows e Gestão de Projetos Culturais

%d blogueiros gostam disto: